---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Serviço de Reabilitação foi Tema de Reunião em Otacílio Costa

Publicado em 06/09/2019 às 12:39 - Atualizado em 06/09/2019 às 12:39


Créditos: Silvana Barbosa de Souza Baixar Imagem

Serviço de Reabilitação foi Tema de Reunião em Otacílio Costa

Aproximar o serviço de reabilitação com a atenção primária em saúde do nosso município, tendo uma parceria firmada na devolução desses pacientes para continuar o tratamento e/ou manter os resultados ganhos durante o tratamento no CER II.

Esse foi o objetivo da reunião realizada pela equipe do Centro Especializado em Reabilitação (CERII), de Lages, com representantes de Otacílio Costa, da Secretaria Municipal de Saúde, NASF, Unidades Básica de Saúde e Hospital Santa Clara, na quarta-feira, 28 de agosto.

De acordo com o Secretário de Saúde, Luiz Fernando de Souza, para ter acesso aos atendimentos especializados, que contam com profissionais: de enfermagem, fisioterapia, terapia ocupacional, fonoaudiologia, psicologia, nutricionista, assistente social, educador físico, músico e médicos ortopedista, neurologista e clinico geral, é preciso dar entrada do paciente, através do encaminhamento da Unidade de Saúde, da rede hospitalar e/ou instituições como APAES, CRAS, CAPSs, entre outras, através da Atenção Básica do município de origem do paciente, por meio do preenchimento do formulário específico, de acordo com o tipo de deficiência, física ou intelectual.

Neste encaminhamento, conforme Fernando, devem constar os dados de diagnóstico clínico e as demais informações pertinentes, que justifiquem a entrada do usuário no CER II/UNIPLAC. Então o usuário será encaminhado para a Central de Regulação de Lages que verificará se esse paciente se respeita os protocolos exigidos e então dar inicio ao tratamento. “Nosso município disponibiliza de três vagas para esses atendimentos e a secretaria de saúde oferece o transporte desses pacientes até Lages”, relata Fernando, dizendo que o Brasil tem avançado, nos últimos anos, na promoção dos direitos das pessoas com deficiência, por meio de políticas públicas que buscam valorizar a pessoa como cidadã, respeitando suas características e especificidades.